Lincoln Borges

Desenvolvedor PHP Front-end e Back-end

MENU
Lincoln Borges

Desenvolvedor PHP Full Stack

Site

Site de uma única página ou de várias páginas? Qual é o modelo ideal para você ou para sua empresa?

Postado em 11 de Maio de 2017

Existem diferentes tipos de layout que um site pode ter, mas os dois tipos mais usados são os sites de uma única página (onepage) e os sites de várias páginas (multipage).

Vamos começar definindo cada um deles:

 

Site de uma única página

Nesse layout o site tem todas as informações em uma única página, e o menu apenas leva o usuário (através de um scroll to) para aquela determinada seção que ele clicou.

O fato do site conter apenas uma página, não significa que ele seja bagunçado. Se o desenvolvedor souber trabalhar corretamente nas divisões das seções do site, usando espaçamento, linhas divisórias, ou até mesmo as cores do fundo diferentes, o usuário não vai se perder e terá uma fácil navegação.

 

Site de várias páginas

Este é o modelo mais comum de layout, quase todos os sites de grandes empresas seguem esse modelo.

No site de várias páginas, o desenvolvedor não precisa se preocupar com as seções, uma vez que a página inteira se refere àquela seção. Se o usuário quiser ir para uma outra página, ele precisa apenas clicar no “menu”.

 

Qual é o modelo ideal para você ou para sua empresa?

Um site nada mais é do que um conjunto de informações. Sendo assim, usaremos as informações para definir qual será o layout mais adequado para você.

Não adianta você ter um site de uma única página (onepage) contendo milhares de palavras, explicações, centenas de fotos, e variados tipos de informações que acabam dificultando a inserção delas em um mesmo tópico; assim como não adianta você ter um site de várias páginas e na página onde se refere aos serviços, conter apenas uma frase com 30 palavras, deixando o espaço restante vago.

A maneira mais simples de identificar se o melhor layout é o de uma página ou de várias páginas, é com as informações que você quer disponibilizar no site. Se forem poucas informações (poucos textos e poucas fotos), você pode trabalhar com um layout One Page.

Vou propor um briefing de exemplo para o layout de uma única página:

  • Menu
  • Banners (Imagens que representam o segmento da sua empresa, e que ficam se alternando)
  • Empresa (seção que mostra uma foto da fachada da sua empresa, e um texto contando em poucas palavras a história dela)
  • Serviços (seção onde se descreve em poucas palavras os serviços que sua empresa oferece)
  • Contato (formulário para o usuário entrar em contato e, se achar necessário, um mapa ao lado mostrando onde fica sua empresa)
  • Rodapé (contendo informações, como: telefone, e-mail e, se desejar, o endereço da empresa)

 

O exemplo acima mostra um site de página simples e objetiva, que pode atender as suas necessidades.

Agora vou propor um briefing de exemplo para um site com várias páginas:

  • Home (página principal, onde geralmente é a porta de entrada para o seu site)
    • Menu
    • Slider
    • Introdução sobre a sua empresa (apenas um chamativo para o usuário ver a página completa)
    • Produtos (destaca- se 3 dos diversos produtos ou serviços que a sua empresa oferece)
    • Notícias (não é necessário listar todas - apenas algumas - seguindo a sistemática da seção dos produtos)
    • Rodapé

 

  • Empresa
    • Menu
    • Texto amplo sobre a empresa
    • Fotos da fachada, da parte interna e, se preferir, dos funcionários (não é necessário mostrar o rosto)
    • Caso sua empresa possua alguma certificação, você pode usar essa área para mostrá-las
    • Rodapé

 

  • Produtos ou serviços
    • Menu
    • Produtos ou serviços separados por blocos (contendo texto e foto). Quando o usuário clicar, irá abrir uma página de detalhes.
    • Rodapé

 

  • Produtos ou serviços – Página de detalhes
    • Menu
    • Descrição completa do produto ou serviço que o usuário clicou na página anterior
    • Fotos que representam o serviço ou o produto (se possível, mostrando o funcionamento ou a segmentação)
    • Blocos contendo outros produtos e serviços, em que o usuário poderá clicar e ver os detalhes (funciona como um atalho para o usuário ver outras soluções que a sua empresa fornece)
    • Rodapé

 

  • Notícias (ou área do Blog)
    • Menu
    • Área onde o usuário pode cadastrar seu e-mail e receber as notícias através de e-mail marketing
    • Mostra todas as notícias já cadastradas no site (se forem muitas, deve ser colocada uma paginação)
    • Rodapé

 

  • Notícias – Página de detalhes
    • Menu
    • Detalhes da notícia que o usuário clicou anteriormente
    • Lista outras notícias (atalho para continuar prendendo a atenção do usuário)
    • Área para cadastro de e-mail
    • Rodapé

 

  • Contato
    • Menu
    • Mapa da localização da empresa (pode ser usado o Google Maps)
    • Formulário de contato
    • Informações de e-mail e telefone
    • Rodapé

 

Esse foi um simples exemplo de um site que contém várias páginas. Ainda podem ser incluídas muitas outras páginas, como cases, depoimentos, trabalhe conosco, cotação, entre outras.

 

Sobre o rankeamento no Google

É inegável que um site de várias páginas gera mais tráfego, afinal, ele tem mais conteúdo e mais termos para serem indexado pelo Google. Isso se difere de um site de uma única página, onde o conteúdo é mais enxuto e não há como trabalhar com vários termos por página, justamente por ele possuir uma única página.

É por essa questão que muitas pessoas preferem o site de várias páginas, porém, é aqui que acabam cometendo um grande equívoco. Um dos fatores que o Google leva em consideração para colocar sua página em primeiro no rank, é o tempo em que o usuário permanece nela.

De acordo com o robô do Google, quando um usuário passa muito tempo naquela página, significa que o conteúdo é interessante. Se o usuário não passa muito tempo, é porque aquela página não é relevante, e com isso, a página é deixada sempre nas últimas posições ou até mesmo numa posição que o usuário nunca vai encontrá- la.

Agora me responda: criar um site com várias páginas e deixar apenas um curto texto, vai fazer o usuário permanecer por quanto tempo? 10 segundos, talvez? Como você acha que o robô do Google vai interpretar e ranquear a sua página?

Se você não tem conteúdo e mesmo assim quer um site com várias páginas, pode acabar se prejudicando.

 

Site de uma única página (com Blog)

Mesmo que o site seja de uma única página,  ele pode se estender para a criação de uma seção de blog. Essa seção de blog pode estar em uma área separada do site, e o que vai ligar a área do blog com a área principal, será o menu.

O que não recomendo, é fazer um site de várias páginas somente por causa do blog. O ideal, nesse caso, é fazer o site de uma única página com link para uma seção de blog separada.

Tudo pode ser organizado para um melhor aproveitamento do conteúdo do site, desde que o desenvolvedor tenha conhecimento e experiência.

Como é comum vermos no mercado de Marketing Digital, muitas empresas não informam o cliente sobre as possibilidades que ele tem; com isso, acabam fazendo do jeito mais fácil e o resultado final não fica satisfatório. Espero que com esse artigo você tenha o conhecimento necessário para melhor negociar com as empresas e criar o seu site da melhor maneira possível, focando na qualidade e usabilidade, para que você tenha um bom retorno de todo o investimento.

Autor

Foto Lincoln Nathaniel Borges

Focado em desenvolvimento web, Lincoln é Bacharel em Ciência da Computação com pós graduação em segurança da informação. Especialista Full Stack com foco na linguagem PHP.

Amante de qualquer assunto que se relacione com tecnologia da informação ele produz conteúdo como artigos, tutoriais e notícias relacionadas ao mundo digital e programação.

Veja o currículo completo